Blog Top Society - Karla Cruz

Moda sustentável chega ao mercado náutico

30/01/2023    Gustavo Siqueira

img/topsocie_blog/10974_post_12859.jpg
Nesse sábado (28), a Marina Itajaí, considerada uma das maiores e mais sustentáveis do Brasil, reuniu convidados e imprensa para o café de lançamento de sua primeira linha de camisetas da marca. Com tecido 100% ecológico, as peças foram produzidas com materiais biodegradáveis para impactar o mínimo possível o meio ambiente e tem Certificação BCI (Better Cotton Initiative), que garante a sustentabilidade desde a plantação do algodão até o produto final. As camisetas foram fabricadas pela empresa especializada em moda sustentável IAE. Já a arte utilizada na estampa foi criada pelo artista de Itajaí Wences e retrata os veleiros ancorados no complexo náutico ao lado do farol, este que também é um ponto turístico da cidade de Itajaí (SC). As camisetas, que custam R$90, podem ser adquiridas na loja de conveniência do complexo náutico e também on-line por meio do site https://loja.marinaitajai.com/.
img/topsocie_blog/10974_post_7500.jpg
 
“Fui convidado a desenvolver uma arte que fosse exclusiva da Marina Itajaí que trouxesse a identidade da cidade. Os veleiros, o farol e o reflexo das embarcações na água significam o impulso que a marina trouxe à cidade aos vários setores. Nasci e me criei no Saco da Fazenda, hoje Baía Afonso Wippel e pude ver como a região se transformou. O que era o quintal, os ‘fundos’ de casas, passou a ser o protagonista da cidade”, disse o artista João Wenceslau Ricardo Neto (Wencess).
img/topsocie_blog/10974_post_6363.jpg
 
“A nossa ideia é que as pessoas possam levar uma recordação da Marina e da cidade de Itajaí para qualquer lugar do mundo, já que recebemos diariamente veleiros e embarcações das mais diversas partes do planeta. É uma forma de propagar o complexo náutico, cada vez mais, como um importante ponto turístico onde se tem a possibilidade de reunir náutica, lazer e gastronomia em um só lugar”, destacou o diretor da Marina Itajaí, Carlos Gayoso de Oliveira.
 
Para Gayoso, a ideia de lançar as camisetas é uma forma também de valorizar os artistas da região e reforçar a preocupação com as questões ambientais. “Pensamos em um produto que realmente represente os nossos valores e identidade. A Marina Itajaí já desenvolve uma série de ações sustentáveis, como a captação de água da chuva, o uso de energia solar, pontos de carregamento para carros elétricos e, agora, complementa com as camisetas ecológicas".
 
Além da certificação BCI, que garante a origem sustentável do algodão, todas as camisetas confeccionadas pela IAE possuem produtos biodegradáveis. Exemplo disso é o processo de lavagem e pigmentação, onde são utilizados detergente e amaciante extraídos de cascas de laranja, sementes e cascas de arroz.
 
Copos produzidos com materiais biodegradáveis
 
Copos biodegradáveis da Bonet Madeiras e Papéis foram utilizados no evento, uma das pioneiras em sustentabilidade no Brasil, com início das atividades na década de 30. Com certificações internacionais como a ISO 9001-2015, que atesta os Sistemas de Gestão da Qualidade, e o FSC Forest Stewardship Council (Conselho de Manejo Florestal), uma garantia que a madeira é proveniente de um processo produtivo manejado de forma ecologicamente correta, os copos também usam resina biodegradável atestadas pelo laboratório americano, através do correspondente IBTEC do estado do Rio Grande do Sul, que analisa a “Determinação de biodegradabilidade” e aeróbica (norma ISO 14855-2/2018).
 
“A utilização da resina de origem vegetal torna o copo absolutamente biodegradável. É possível por conta das fibras recicláveis. Outro destaque da fabricação é o circuito fechado e totalmente verticalizado com racionalização de água e geração de energia 100% de de PCH´s próprias, além da origem do nosso vapor que vem através da queima de matérias primas de “resíduo E 1”, homologado, uma das pioneiras no Brasil nesse sentido”, explicou Paulo Bonet, diretor da Bonet Madeiras e Papéis. Aliado ao seu profundo conhecimento sobre sustentabilidade, talento pela arte e pelo mundo das águas, Paulo Bonet se tornou um entusiasta na arte visual ao retratar tubarões e tudo o que representam, por meio de suas expedições pelo mundo. As suas imagens extraordinárias vêm se tornando palco para exposições e ações ligadas à responsabilidade social e ambiental.
 
Sobre a Marina Itajaí
Com início das operações em 2016, a Marina Itajaí está localizada no centro de Itajaí, SC, ao lado do Centreventos. Modernos equipamentos como ForkLift para até 12 toneladas e TravelLift para até 75 toneladas, são um diferencial na sua configuração, além do posto de combustível com bandeira BR, sendo a única marina no sul do país com Diesel Verana. Possui espaço gastronômico com dois restaurantes internacionais, o Zephyr Seafood & Nikkei e o Amare Restaurante e Bar, com amplo estacionamento, ponto de carregamento de carros elétricos e heliponto. Foi a primeira marina do Brasil com certificação internacional ISO 14.001/2015.


Compartilhe nas redes sociais:

Mouts TI dobra time comercial para alavancar negócios dentro e fora do Brasil

30/01/2023    Gustavo Siqueira

img/topsocie_blog/10973_post_7395.jpg
O ano de 2023 se mostra promissor para o mercado da tecnologia, de acordo com o que apontam as tendências. Conforme análise da consultoria Gartner, os gastos com Tecnologia da Informação neste ano devem chegar a $ 4,6 trilhões de dólares, o que significa um aumento de 5,1% em relação aos gastos de 2022 - ou seja, o segmento segue em crescimento. 

Mas crescer exige movimento. E crescer é o que está fazendo a catarinense  Mouts TI para acompanhar a evolução do mercado. Após uma consultoria de mercado analisar as potencialidades da tech, a empresa decidiu dobrar o tamanho do time comercial em 2023, visando resultados de médio e longo prazo. 

A equipe passou de cinco para 11 pessoas - um crescimento de 120% - que terão a missão de impulsionar os resultados da empresa em 2023. “O principal objetivo da reestruturação foi a necessidade de criar verticais de negócios para demandas específicas. Além disso, temos o objetivo de alavancar o crescimento em clientes novos, prospectando mais clientes e fomentar os negócios fora do país através da Mouts US”, explica o diretor comercial Robson Cristovão. 

Para Cristovão, a equipe ainda terá um ano de desafios pela frente, tendo como principal preocupação as questões econômicas, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, onde a Mouts TI mantém um escritório para atendimento de clientes globais desde outubro de 2022. Porém, esta foi uma necessidade verificada tanto pela diretoria como apontada pela consultoria de mercado. “Com a criação de verticais de negócio, surgiu a necessidade de ampliar nossa estrutura comercial e operacional, e dentro disso criamos ‘ecossistemas’ autossustentáveis, com equipes que consigam atender as necessidades de toda jornada do cliente dentro da vertical”, afirma o diretor. 

Mesmo com as mudanças, as metas são baseadas em um conceito realista do mercado. Para 2023, o foco será ampliar a carteira com novos clientes, alavancar negócios nos Estados Unidos e ampliar o portfólio para clientes “base”. Entre as principais organizações* já atendidas pela Mouts TI estão a maior cervejaria do mundo, uma entre as quatro maiores empresas de auditoria global e ainda o segundo maior grupo de energia do mundo. 

Sobre a Mouts TI

Uma empresa jovem - a Mouts TI completou seis anos em outubro de 2022  - que acumula números expressivos. Neste período, são 800 projetos concluídos, 20 países atendidos e 2 milhões de pessoas impactadas. Hoje, a sede da empresa está em Blumenau (SC), contando ainda com um escritório em Florianópolis (SC) e além de profissionais que atuam em projetos no mundo inteiro. 

*Os nomes das empresas são protegidos por contratos de confidencialidade. 
 


Compartilhe nas redes sociais:

Floripa Eco Summer se consolida como principal festival de música do sul do país

30/01/2023    Gustavo Siqueira

img/topsocie_blog/10972_post_1958.jpg
Depois de um hiato de quase 10 anos sem grandes festivais musicais, Santa Catarina está de volta ao roteiro dos principais nomes da música nacional e internacional. A segunda edição do Floripa Eco Festival, realizado no último sábado (28), reforçou a disposição de mais de 25 mil pessoas para curtir as mais de 30 atrações em 15 horas de programação Hard Rock Live - Florianópolis. 

Com uma estrutura inédita com quatro palcos, com destaque para o Twins Eco Stage, palco gêmeos com mais de 70 metros de comprimento, o Floripa Eco Summer recebeu nomes como a cantora americana Erykah Badu e  Jorge Ben Jor, L7nnon, Baco Exu do Blues, Marcelo Falcão, Maria Rita, Lagum, Jovem Dionísio, KVSH, Bruno Be, Gabriel O Pensador, Negra Li, Dazaranha & Di Ferrero, dentre outras atrações que animaram o público com seus principais sucessos.  
img/topsocie_blog/10972_post_12794.jpg
img/topsocie_blog/10972_post_11138.jpg
img/topsocie_blog/10972_post_12642.jpg
Já nas primeiras horas da tarde o público encarou o calor para receber a banda Jovem Dionísio no palco externo e a Negra Li no interno. Dentre os destaques da programação do Floripa Eco Summer,  Maria Rita foi seguida em coro pelo público e a banda Raimundos relembrou os principais sucessos dos seus 25 anos de carreira. A headlining da noite, a norte-americana Erykah Badu encerrou a sua turnê pelo Brasil com um show repleto de clássicos do R&B para a felicidade do público do Floripa Eco Summer. Logo na sequência, mais um momento marcante: durante o show do Marcelo Falcão, a cantora Maria Rita subiu ao palco para um dueto da música “Rodo Cotidiano”, em um encontro que não se repetia há alguns anos ao vivo.

 "Nesta edição de verão, conseguimos trazer para a região de Florianópolis um mega evento, promovendo uma experiência única para o público, tanto em atrações, estrutura e proposta de evento. Uma combinação que concretizou o Floripa Eco Festival como o maior festival de música e sustentabilidade do Sul do Brasil", declarou Henrique Benerick Chaves, diretor do Floripa Eco Festival. O evento retorna à Santa Catarina com sua 3ª edição no dia 30 de setembro  com shows e ainda a 2ª edição do Floripa Eco Summit, com palestras e discussões sobre sustentabilidade. 

Doação de alimentos e medidas sustentáveis

Toda a estrutura do Floripa Eco Summer foi pensada para promover ao máximo a sustentabilidade. O Palco Central foi montado com um sistema modular que permite que 100% do material seja aproveitado em outros eventos e toda a cenografia foi reaproveitada do Festival SummerTimes realizado na última semana em Belo Horizonte. Seguindo o conceito Lixo Zero, os resíduos gerados pelo público durante o Festival serão separados por uma cooperativa e destinados corretamente: reciclagem e compostagem. A meta é recuperar mais de  90% de todo o material. "A adoção de medidas de reciclagem e lixo zero, economia criativa e apoio a projetos sociais foram nossos primeiros passos em direção à sustentabilidade do evento. É algo que está em nosso DNA, em nossa essência, e, certamente iremos avançar e evoluir cada vez mais, agregando pautas como compensação de carbono, energia renovável e consumo de água no evento”, destaca Lucas Arruda, head de sustentabilidade do Floripa Eco Festival. 

Além disso, o público contribuiu, por meio do ingresso social, com a arrecadação de  mais de 15 toneladas de alimentos e que irão beneficiar mais de 20 comunidades sob a coordenação de coleta, triagem e distribuição com o projeto Cidades Invisíveis, Secretaria de Assistência Social de São José e ONG Além dos Olhos. 

O Floripa Eco Summer Festival é uma criação do Festival Planeta Brasil, com realização da SleepWalkers Entretenimento, em parceria com a Opus Entretenimento, maior plataforma de shows e entretenimento ao vivo do Brasil. 
 


Compartilhe nas redes sociais:
Busque no Blog
Publicidade
Redes Sociais
Perfil
Karla Cruz
[imagem1]Colunista social há 28 anos, é idealizadora tanto do Programa, como quanto Revista e Blog Top Society, além do evento Mulheres em Ev...
Curta Nossa Página