Blog Top Society - Karla Cruz

Grupo Signatores estreia filme com protagonismo negro e surdo em festival na França

04/07/2022    Maristela Brittes

img/topsocie_blog/9248_post_2873.jpg

“Entre Palhaços e Parafusos” é uma realização do Grupo Signatores, referência em produções artísticas bilíngues no Brasil (Libras e Português). Filme faz parte da programação do Clin d’Oeil Festival 2022, que começa no dia 30 de junho, na França


O curta-metragem Entre Palhaços e Parafusos é a produção audiovisual que representa o Brasil na competição de cinema do Clin d’Oeil Festival 2022, festival internacional de artes em línguas de sinais que ocorre em Reims, na França, de 30 de junho a 3 de julho. Realizado pelo Grupo Signatores e produzido pela produtora catarinense Odù Articuladora Cultural em parceria com a Quimera Produções Artísticas, de Porto Alegre, é o único filme nacional a concorrer nas categorias “Melhor Diretor” e “Melhor Filme”. 

Com direção de Adriana Somacal, o curta-metragem de cinco minutos apresenta uma narrativa baseada no cotidiano de Márcio de Lima, um homem surdo, negro e periférico que passa os dias trabalhando em uma fábrica e sonhando em ser um artista de circo. Diferente dos parafusos que ajusta diariamente, Márcio não se encaixa nas engrenagens do seu cotidiano. Em sua tentativa de ludibriar a falta de comunicação e as opressões vividas dentro do trabalho, encontra formas inusitadas de enxergar o mundo ao seu redor a partir dos olhos sonhadores de um palhaço.

Roteiro foi criado a partir da história de ator surdo que sonha em ser palhaço

Em 2012, o Grupo Signatores visitou uma empresa para divulgar a oferta de vagas para oficinas de teatro para surdos. Entre os funcionários surdos da empresa, Márcio de Lima teve interesse e passou a participar do grupo. Como parte da metodologia da oficina, havia o objetivo de realizar a montagem final de um espetáculo. Foi criada então uma apresentação construída a partir de entrevistas e relatos de experiências dos participantes surdos, o espetáculo "Memória na Ponta dos Dedos". Desde 2012, Márcio participou em outras montagens do Grupo Signatores, como "O Ensaio de Alice" (2013) e "Alice no País das Maravilhas" (2015). 

Compartilhando experiências ao longo do processo, Márcio contou sobre como era o cotidiano de trabalhar em uma empresa, apertando parafusos o dia inteiro, e como era difícil sua relação com os outros funcionários ouvintes. O ator surdo sempre compartilhou que tinha o sonho de ser palhaço, o que motivou Adriana Somacal na escrita do roteiro do curta-metragem "Entre Palhaços e Parafusos" em 2021, também assinado por Jéferson Rachewsky. Depois, o curta foi filmado em apenas um dia.

“Já havíamos participado da Mostra de Palhaçaria, fomentada pela Quimera Produções Artísticas em 2020, com uma breve cena protagonizada por Marcio. Posteriormente, o grupo recebeu o convite para participar da Ocupação Benjamin de Oliveira, promovida pelo Itaú Cultural, onde foi proposta a seguinte pergunta: "Quem são os Benjamins de hoje?" (em referência ao artista conhecido por ser o primeiro palhaço negro do Brasil). O tempo de pré-produção foi o maior desafio durante o processo. A equipe só teve acesso, por exemplo, ao local de gravação no dia das filmagens, em uma diária de domingo”, diz Mateus Sousa, produtor cultural e membro da Odù Articuladora e do Grupo Signatores.

Entre Palhaços e Parafusos

Duração: 5 min 25 seg
Classificação: 12 anos
Elenco: Márcio de Lima e Walter Diehl
Realização: Grupo Signatores
Produção: Odù Articuladora Cultural e Quimera Produções Artísticas
Patrocínio: Itaú Cultural


Festival é referência mundial em arte e cultura surda

O Clin d'Oeil é um festival criado em 2003, que acontece a cada dois anos durante quatro dias, divididos em nichos artísticos: teatro, dança, cinema, artes visuais, performances de rua, etc. O objetivo do evento é reunir as comunidades surdas ao redor do mundo, compartilhar e premiar produções artísticas em línguas de sinais, a fim de visibilizar o potencial artístico de pessoas surdas.

É um grande marco para o Grupo Signatores participar do maior festival de arte e cultura surda do mundo e poder levar o curta-metragem para representar o Brasil na área do audiovisual, retratando o cotidiano de um trabalhador e artista surdo brasileiro. O Clin d'Oeil Festival contará com a participação de outros artistas brasileiros, mas o filme "Entre Palhaços e Parafusos" representa o Brasil na competição de cinema do evento”, afirma a diretora Adriana Somacal.

GRUPO SIGNATORES
Formado em 2010, na cidade de Porto Alegre (RS), o Grupo Signatores surgiu do interesse comum dos seus participantes em investigar os processos de construção da estética artística própria da cultura surda. Na cultura surda, a expressão corporal vai além de uma forma de comunicação, ela faz parte da construção gramatical da língua dos surdos, a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). A possibilidade de experimentação na interface da utilização corporal da língua de sinais e da linguagem cênica foi o ponto de partida para a pesquisa do Signatores, que hoje atua também no meio audiovisual.

O grupo tem como proposta incentivar a formação de docentes e pesquisadores na área teatral e aproximar jovens e adultos surdos da arte, investigando as possibilidades de criação artística dos surdos. O Signatores vem da junção das palavras “signo” e “atores”, o nome também é um trocadilho com as palavras “signatário” e “signatura”, havendo as duas palavras a origem em latim “signare” (aquele que assina); o ator que assina: o ator/autor é o seu próprio trabalho, um “signator”. 

Desde 2020, o Signatores migrou para a área do audiovisual, e segue com novas produções de curta-metragem e documentários bilíngues (Libras e Português), protagonizados pela comunidade surda. Com o curta-metragem híbrido "Romeu e Julieta (2022)", uma produção em Língua Brasileira de Sinais, o curta-metragem "Entre Palhaços e Parafusos (2021)" e no documentário "Iyalodês: Diálogos sobre maternidade, surdez e negritude (2022)", produção voltada a discutir a maternidade de mães surdas, pretas e de periferia.

ADRIANA SOMACAL - DIRETORA
Adriana de Moura Somacal - Diretora de artes cênicas e audiovisual. Doutoranda em Teatro pela Universidade de Santa Catarina (CEART/UDESC), Mestre e Licenciada em Teatro pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEDU/UFRGS). Professora de Teatro Bilíngue no Instituto Federal de Santa Catarina - Campus Palhoça Bilíngue (Língua Brasileira de Sinais/Língua Portuguesa). Dirigiu o curta-metragem híbrido "Romeu e Julieta (2022)", uma produção em Língua Brasileira de Sinais desenvolvida a partir de sua pesquisa de doutorado sobre Shakespeare em Libras, na Universidade do Estado de Santa Catarina - CEART/UDESC. Atuou como diretora no curta-metragem "Entre Palhaços e Parafusos (2021)" e no documentário "Iyalodês: Diálogos sobre maternidade, surdez e negritude (2022)", produção voltada a discutir a maternidade de mães surdas, pretas e de periferia. Atua há 12 anos como diretora de artes cênicas no Grupo Signatores, onde desenvolve uma pesquisa na área das artes cênicas e audiovisuais com surdos e as peças de teatro "Alice no País das Maravilhas" (2015), "O ensaio de Alice" (2013), "Memória na ponta dos dedos" (2012), "Aventuras no Reino Surdo" (2011).



Compartilhe nas redes sociais:

Zé Ramalho fará show no Expocentro, em Balneário Camboriú

03/07/2022    Maristela Brittes

img/topsocie_blog/9247_post_1379.jpg
Apresentação acontece dia 05 de agosto, com ingressos à venda pelo site Ingresso Nacional
 
Os fãs de Zé Ramalho já podem comemorar. Para celebrar os 45 anos de carreira, o cantor paraibano se apresentará no Expocentro Júlio Tedesco, no Bairro Nova Esperança, Balneário Camboriú com o tour Show dos Sucessos.
Em sua trajetória profissional de muito sucesso, o cantor tem mais de 30 discos lançados, com a expressiva marca de mais de 5 milhões de álbuns vendidos, onde se destaca "20 Anos Antologia Acústica", vencedor do Prêmio Sharp como melhor projeto gráfico.
O álbum "Nação Nordestina", um mapeamento da história musical e política da sua região natal, indicado ao Grammy Latino de melhor álbum regional e "Estação Brasil", um passeio pelo cancioneiro nacional.
Em 1996, um dos projetos mais bem-sucedidos da música brasileira, "O Grande Encontro", com os amigos Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo, levou multidões aos shows em todo o país e gerou o lançamento de um disco ao vivo, um CD de estúdio e outro gravado ao vivo, que alcançaram a marca de 1 milhão de unidades.
Se apresentou no Rock In Rio 3 em 2001, com Elba Ramalho em mais um show histórico e em 2013 no Rock In Rio 5 junto com a banda Sepultura.
Na turnê de 2022, Show dos Sucessos, Zé Ramalho encanta e canta, Admirável Gado Novo, Entre a Serpente e a Estrela, Avohai, Frevo Mulher, Chão de Giz, Beira-Mar, Eternas Ondas, Garoto de Aluguel, Vila do Sossego, Banquete de Signos, Sinônimo, releituras de Raul Seixas, entre outras músicas, sempre mantendo o respeito da crítica especializada, em rara unanimidade.
 
Serviço:
Show de Zé Ramalho
Local: Expocentro Júlio Tedesco, Balneário Camboriú
Data: 5 de agosto
  


Compartilhe nas redes sociais:

Artista plástico catarinense abre estúdio em Curitiba

03/07/2022    Maristela Brittes

img/topsocie_blog/9245_post_3217.jpg
 
Inauguração do novo espaço acontecerá em julho
 
O artista plástico catarinense, Diego dos Santos, juntamente com a esposa, a bailarina Nayara de Jesus estão prestes a realizar um sonho. Em julho, o casal abrirá seu primeiro espaço fora de Santa Catarina, onde comandam o Espaço Cultural Bezalel, em Itajaí e terão um novo local de trabalho em Curitiba, Paraná.
“Estamos felizes com este novo lugar, Curitiba é uma cidade incrível, com um povo muito lindo e queremos compartilhar nossa arte da melhor forma por lá, sempre levando amor, fé e esperança, que é o combustível do nosso trabalho”, disse Diego.
Em Itajaí o casal comanda o projeto Bezalel, que leva arte para as crianças carentes da comunidade e mantêm um estúdio com as obras no Centro. Autodidata, Diego lutou muito para viver da sua arte e já teve suas obras expostas em Blumenau, Itajaí, Brusque, Jerusalém, Sintra (Portugal), Barcelona, Rio de Janeiro, Minas Gerais e em cidades catarinenses.
A abertura do novo espaço será em parceria com a artista plástica paranaense e amiga Mariza Del Claro, onde inicialmente abrem as portas juntos. “A Mariza é uma artista ímpar, com um coração muito voltado para o que acreditamos e uma pessoa fenomenal”, pontuou.
O novo estúdio será um espaço para a criação de novas obras e para estender os projetos sociais e trabalhos que o casal já desenvolve em Itajaí, através do Espaço Cultural Bezalel, há dois anos.
Natural de Lages, Diego vive há mais de 10 anos em Itajaí e expressa todo seu talento através de técnica mista em pintura acrílica sobre tela. Suas obras estão disponíveis em suas redes sociais: Instagram @bezalel.arte e Facebook Bezalel ou Diego dos Santos e através do site www.artbezalel.com
Em Curitiba o novo espaço abre as portas dia 09 de julho, na Av. Sete de Setembro, 5402, sala 104, bairro Batel e atenderá com hora marcada, assim como em Itajaí, uma vez que o casal dividirá o tempo entre os dois estados.
 
Imagens: Divulgação 

Compartilhe nas redes sociais:
Busque no Blog
Publicidade
Redes Sociais
Perfil
Karla Cruz
[imagem1]Colunista social há 28 anos, é idealizadora tanto do Programa, como quanto Revista e Blog Top Society, além do evento Mulheres em Ev...
Curta Nossa Página