Blog Top Society - Karla Cruz

superação é escolha

27/02/2019    Viviane Schmitz

img/topsocie_blog/1694_post_10737.jpg
Seja bem vindo a essa nova jornada, seja meu convidado a mudar qualquer situação, hábito ou estado que esteja te causando sofrimento.
A partir de agora, você irá aprender a como mudar sua realidade, através das escolhas.
Pode parecer muito difícil pensar que isso é possível, vou ser sincera, às vezes as duvidas me atormentam também, posso dizer que neste exato momento estou enfrentando desafios que me fizeram duvidar, porém não me fizeram desistir.
Posso assegurar que não sou feiticeira e não possuo poder que você não possa ter. Apenas acredito que posso mudar minha realidade a partir de hoje.

Vamos começar, se me permite vou me apresentar.
 Chamo-me Viviane Schmitz da Silva sou Máster Praccitioner em PNL (Programação Neolinguística), Máster Coach e tenho formação Máster em Hipnose Clínica).
Mas minha história de superação se inicia no dia 23 de outubro de 1993, quando aos 14 anos dei entrada na Emergência do pronto socorro Tito Bianchini em Lages. Sem diagnóstico preciso, com fortes dores na cabeça, vômito e espasmos musculares, posso dizer que deixei muitos médicos apavorados com meu quadro.

Levada ao hospital Nossa Senhora dos Prazeres para atendimento de emergência, os exames disponíveis na época foram feitos e não mostravam nada, inconsciente fui internada na UTI, lembro que nessa noite até um padre veio me aplicar a Extrema Unção lembro-me de dizer a ele eu não vou morrer, não precisa fazer isso e ele com carinho, disse que era apenas para me ajudar a melhorar.
Uma semana no hospital em meio à fisioterapia visitas médicas e a presença maciça dos amigos em visitas que duraram todo o tempo que estive lá, mas quanto ao que havia ocorrido, só suposições, possível derrame uns diziam, enfarto diziam outros, lembro-me de achar que minha recuperação seria rápida, iniciei a fisioterapia ali mesmo, ao que sou eternamente grata, pois já consegui alguns movimentos lá mesmo. Conhecida e querida pela equipe do hospital por meu bom humor e força de vontade, não via a hora de ir para casa.
Algumas semanas para mexer o braço, com praticamente um mês estava dando os primeiros passos, nessa época desconhecia o prognóstico médico: _ que não voltaria a andar ou a ter uma vida normal, talvez por não ter sabido disso, esforcei-me para voltar à escola, para falar a verdade determinação e disciplina não eram qualidades minhas na época, mas, consegui com ajuda dos amigos da escola, voltar a estudar.

Dai em diante minha rotina era fazer fisioterapia e visitas ao médico, aprendi que se eu quisesse melhorar precisaria me esforçar, às vezes aprendia um exercício novo, ia para casa repetia até o mesmo ficar bom. Sempre procurava minha independência queria ir e vir sozinha, como também voltar a fazer o máximo de coisas possível sem ajuda.

E aquele tempo de recuperação que achava que seria rápido, perdurou por anos e até hoje faço fisioterapia e já se passaram 26 anos, e agora algumas complicações derivadas dos músculos espásticos e fracos me tiraram o movimento (temporariamente, pois estou trabalhando nisso também), mas neste meio tempo, morrei sozinha em Joinville, onde fiz faculdade, casei e tive uma filha, hoje de 9 anos e neste momento estou grávida de 29 semanas de meu filho Gustavo.

Lembremos que os médicos haviam dito que eu não voltava a estudar e teria uma vida de limitações. Desculpe se enchi sua cabeça com minha história, na verdade até agora poucas pessoas a conheciam, mas a contei, porque sei que não possuo poder nenhum, apenas mudo minha realidade todos os dias com minhas escolhas. E que se esta difícil pode e deve melhorar. Vem comigo!
Hoje trabalho ajudando pessoas a alcançarem seu objetivos e a viverem uma vida mais plena, ou seja a utilizar esse poder do querer para se tornar melhor.



Compartilhe nas redes sociais: